quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Quando vai acabar a greve?

Essa é a pergunta que se fazem todos os dias centenas de estudantes do IFPA Campus Castanhal. Por enquanto, não há previsão. A 104ª PLENA do SINASEFE deliberou pela continuidade e radicalização da greve, frente à não sinalização de proposta para a categoria pela Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão - MPOG.

Nem mesmo com a intervenção do Ministério Público, acionado por um estudante de uma IFE no Nordeste, foi possível encaminhar uma negociação. O impasse é cada vez maior e os mais prejudicados com essa história toda são os estudantes. Alguns já pediram transferência para outras escolas. Outros estão inquietos, temerosos com a possibilidade cada vez forte de que o IFPA Campus Castanhal não consiga concluir seu calendário letivo antes da matrícula nas universidades em 2012. O medo dos estudantes é de que passem no vestibular e não possam cursar devido à impossibilidade de apresentar certificado de conclusão do Ensino Médio. Sem contar que alguns não tem condições financeiras de pagar aulas de cursinho e contavam com as aulas ministradas no campus para se prepararem para a prova do ENEM e outros exames. Uma angústia e tanto, refletida na enquete promovida por este blog. Perguntados sobre sua posição a respeito da greve, das 42 pessoas que participaram 26 (61%) disseram não apoiar a greve e apenas 15 (35%) pessoas manifestaram apoio à greve. Uma pessoa afirmou não ter opinião formada a respeito.

Amanhã, dia 30 de setembro de 2011, os servidores do IFPA Campus Castanhal foram convidados para uma assembléia no auditório central do campus, onde serão dados informes e a greve será avaliada. Por enquanto, a deliberação é de continuidade da greve até, pelo menos, o próximo dia 05 de outubro, ocasião da 105ª PLENA do SINASEFE. Enquanto isso, os mais sacrificados nessa história são os estudantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário